Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Economia e Finanças

Terça-Feira, Dia 17 de Maio de 2022 as 13:05:13



FRETE RODOVIÁRIO- MP muda tabela do preço do Frete de Carga


MP muda tabela do preço do frete rodoviário de carga
 
Tabela foi elaborada em 2018, após a greve dos caminhoneiros
 
Foi publicada nesta 3ª feira, 17.05, no DOU Diário Oficial da União a Medida Provisória (MP) 1117/2022 que altera uma regra para a elaboração da tabela de preço do piso mínimo de frete rodoviário de carga. A MP reduz de 10% para 5% o percentual de variação no preço do diesel para a correção dos valores da tabela.
 
A medida ocorre após o anúncio de mais uma alta no preço do óleo diesel na semana passada.
 
Elaborada em 2018, após a greve dos caminhoneiros, a legislação sobre a Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas estabelece que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) deve publicar a tabela a cada seis meses, até os dias 20 de janeiro e 20 de julho de cada ano, com os valores serão válidos de piso para o semestre.
 
O texto prevê ainda que a tabela deve ser atualizada sempre que houver oscilação no preço do produto igual ou superior a 10%. Com a mudança introduzida pela MP, esse percentual foi reduzido para 5%.
 
A partir de agora, sempre que ocorrer oscilação no preço do óleo diesel no mercado nacional superior a 5% em relação ao preço considerado na planilha de cálculos, a ANTT deve atualizar a tabela.
 
"Com isso, pretende-se dar sustentabilidade ao setor do transporte rodoviário de cargas, e, em especial, do caminhoneiro autônomo, de modo a proporcionar uma remuneração justa e compatível com os custos da atividade",
 
diz nota publicada pela Secretaria-Geral da Presidência.
 
Para a elaboração da tabela, além do preço do produto, também são considerados a quantidade de quilômetros rodados na realização de fretes, eixo carregado, consideradas as distâncias e as especificidades das cargas definidas, bem como planilha de cálculos utilizada para a obtenção dos respectivos pisos mínimos.
 
Na semana passada, a Petrobras anunciou um reajuste de 8,87% no preço do diesel para as distribuidoras. De acordo com a empresa, o preço do litro do combustível no atacado passou de R$ 4,51 para R$ 4,91, um aumento de R$ 0,40, que começou a ser cobrado a partir do dia 10.


Fonte: AGENCIA BRASIL. Imagem de arquivo.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PETROBRAS aumenta preço do QUEROSENE DE AVIAÇÃO 05/07/2022
PETROBRAS aumenta preço do QUEROSENE DE AVIAÇÃO
 
DÓLAR sobe sob Temor de Recessão Mundial 05/07/2022
DÓLAR sobe sob Temor de Recessão Mundial
 
SEBRAE - Pequenos negócios geram renda de R$ 420 bilhões por ano 05/07/2022
SEBRAE - Pequenos negócios geram renda de R$ 420 bilhões por ano
 
PRODUÇÃO INDUSTRIAL cresceu 0,3% de abril para maio 05/07/2022
PRODUÇÃO INDUSTRIAL cresceu 0,3% de abril para maio
 
DÓLAR estável em R$ 5,326. IBOVESPA cai a 98.609 pts 05/07/2022
DÓLAR estável em R$ 5,326. IBOVESPA cai a 98.609 pts
 
INFLAÇÃO - IPC-S sobe 0,67% em Junho e acumula 10,31% em 12 meses, diz FGV 04/07/2022
INFLAÇÃO - IPC-S sobe 0,67% em Junho e acumula 10,31% em 12 meses, diz FGV
 
SUPERAVIT COMERCIAL - Cai de US$111 BI a US$81,5 BI a projeção para 2022 02/07/2022
SUPERAVIT COMERCIAL - Cai de US$111 BI a US$81,5 BI a projeção para 2022
 
DANIELLA CONSTANTINO - Nova presidente da CAIXA  assume cargo na 3ª feira 02/07/2022
DANIELLA CONSTANTINO - Nova presidente da CAIXA assume cargo na 3ª feira
 
BALANÇA COMERCIAL - Superávit de US$ 8,81 BI em junho 02/07/2022
BALANÇA COMERCIAL - Superávit de US$ 8,81 BI em junho
 
ICM-S sobre Combustíves - RIO reduz Alícola de 32% para 18% 01/07/2022
ICM-S sobre Combustíves - RIO reduz Alícola de 32% para 18%
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites