Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

09 de Fevereiro de 2018 as 19:59:09



INVESTIMENTOS - LOJAS RENNER - Resultados no 4º trimestre/2017



LOJAS RENNER - Resultado no 4ºTrimestre/2017
 
Vendas fortes como esperado, mas despesas acima do projetado
 
 
Os resultados do 4T17 da Lojas Renner foram mistos, na nossa visão. Do lado positivo, as vendas vieram em linha com nossas expectativas e a margem bruta atingiu um bom patamar.
 
Do lado negativo, no entanto, as despesas aceleraram mais do que projetávamos. De fato, no início do ano passado, a companhia declarou que as despesas operacionais teriam uma pressão adicional de R$ 60 milhões durante 2017, visando amparar o projeto de internacionalização da companhia e a criação da financeira própria. Assim, alguma pressão sobre a margem EBITDA já era esperada, o que, no entanto, acabou ficando mais concentrado no último trimestre do ano. 
 
Olhando para 2017 como um todo, consideramos os resultados da Renner fortes, com as vendas expandindo 15,4% a/a, contra uma média de crescimento de mercado de 10,3% a/a (IBGE), amparadas por um desempenho robusto das vendas em mesmas lojas de +9,2%.
 
Ao mesmo tempo, a margem bruta subiu 0,3 p.p. a/a, para 60,4%, mesmo com um cenário ainda pressionado por alguma atividade promocional e um espaço limitado para aumentos de preços.
 
No ano, a margem EBITDA ajustada caiu 1,0 p.p., para 22,4%, o que de fato veio abaixo do que havíamos projetado (-1,1 p.p. A/E). Mas, por outro lado, o resultado financeiro líquido foi melhor que o esperado, levando a uma margem líquida quase em linha com a nossa, de 11,1% (-0,5 p.p. A/E).
 
Dito isso, continuamos otimistas em relação ao case de investimento da empresa e mantemos nossa recomendação de Outperform para LREN3, com preço alvo para o final do ano de R$ 47,00.
 
Durante 2018, esperamos que o desempenho de vendas continue forte, beneficiado pelo cenário macro mais favorável, e vemos oportunidades para uma recuperação da rentabilidade, dada a menor pressão oriunda dos projetos internos. LREN3 está sendo negociada a 31,6x P/E e 17,8x EV/EBITDA para o final de 2018, de acordo com nossas estimativas, contra uma média histórica (últimos 5 anos) de 23,7x e 13,1x, respectivamente,
 
 
Vendas vieram forte no varejo…
 
A receita líquida aumentou 15,7% a/a durante o 4T17, para R$ 2.222 milhões (+0,8% A/E), refletindo um maior tráfego de pessoas nas lojas, boa aceitação das coleções e um maior ticket médio de compras (+2,4% a/a).
 
Como resultado, as vendas em mesmas lojas cresceram de maneira robusta, cerca de 8,7% a/a no trimestre. Olhando para cada uma das bandeiras, todas apresentaram uma performance sustentável, com vendas crescendo 14,7% a/a na Renner, 24,0% a/a na Camicado e 38,9% a/a na Youcom.
 
 
… mas despesas operacionais mais altas prejudicaram a rentabilidade.
 
A margem bruta do varejo aumentou 1,2 p.p. a/a no trimestre, para 57,0% (+0,1 p.p. A/E), impulsionada pela maior assertividade no sortimento de produtos e um resultado positivo de instrumentos de hedge. Excluindo os efeitos não recorrentes, a margem bruta teria aumentado 0,3 p.p. a/a, para 56,1% (-0,8 p.p. A/E).
 
Em relação à margem EBITDA ajustada, a mesma caiu 2,6 p.p. a/a, para 23,7% (-3,1 p.p. A/E), refletindo uma maior concentração no último trimestre do ano de:
 
(i) despesas relacionadas aos projetos em andamento dentro da companhia (de internacionalização e do roll out do novo CD) e
 
(ii) investimentos em marketing. Além disso, durante o 4T16, a empresa havia reconhecido créditos fiscais no montante de R$ 28 milhões, o que caiu para R$ 4 milhões no 4T17, prejudicando a base comparativa.
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho da empresa LOJAS RENNER no 4º trimestre/2017, elaborado por MARIA PAULA CANTUSIO,  CNPI, Analista Sênior, e FABIO CESAR CARDOSO, CNPI-P, Analista, ambos integrantes da equipe do BB Investimentos.

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: MARIA PAULA CANTUSIO, CNPI, Analista Sênior, e FABIO CESAR CARDOSO, CNPI-P, Analista, ambos integrantes da equipe do BB Investimentos.





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
O MERCADO na 5ª feira: Incerteza Eleitoral, Ibovespa cai e Dólar sobe a R$ 4,19 13/09/2018
O MERCADO na 5ª feira: Incerteza Eleitoral, Ibovespa cai e Dólar sobe a R$ 4,19
 
GUIA DE AÇÕES  Conheça aqui as cotações desta 4ª feira, 12.09. Programe seu Investimento 12/09/2018
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações desta 4ª feira, 12.09. Programe seu Investimento
 
O MERCADO na 4ª feira: Ibovespa sobe 0,23% apoiada em Vale e Petribras 12/09/2018
O MERCADO na 4ª feira: Ibovespa sobe 0,23% apoiada em Vale e Petribras
 
MAGAZINE LUIZA - Revisão de Preço pós Resultado 2º Trimestre/2018 11/09/2018
MAGAZINE LUIZA - Revisão de Preço pós Resultado 2º Trimestre/2018
 
O MERCADO na 3ª feira: Cenário Eleitoral derruba Bolsa e Dólar sobe a R$ 4,1593 11/09/2018
O MERCADO na 3ª feira: Cenário Eleitoral derruba Bolsa e Dólar sobe a R$ 4,1593
 
O MERCADO na 3ª feira: Bolsa cai 2,33% Dólar sobe a R$ 4,1593 11/09/2018
O MERCADO na 3ª feira: Bolsa cai 2,33% Dólar sobe a R$ 4,1593
 
O MERCADO na 2ª feira Volatilidade, a tônica dos Mercados Domésticos 10/09/2018
O MERCADO na 2ª feira Volatilidade, a tônica dos Mercados Domésticos
 
O MERCADO na 5ª feira Bolsa sobe 1,76%. Dólar cai a R$4,1172 07/09/2018
O MERCADO na 5ª feira Bolsa sobe 1,76%. Dólar cai a R$4,1172
 
O MERCADO na 4ª feira: Bolsa sobe 0,51%, Dólar cai a R$ 4,142 06/09/2018
O MERCADO na 4ª feira: Bolsa sobe 0,51%, Dólar cai a R$ 4,142
 
O MERCADO na 3ª feira: Dólar Estável e Queda da Bolsa, ante Maior Aversão ao Risco 04/09/2018
O MERCADO na 3ª feira: Dólar Estável e Queda da Bolsa, ante Maior Aversão ao Risco
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009