Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

28 de Maio de 2019 as 23:05:41



O MERCADO, 3ª Feira: Otimismo sobre Previdência sobe Ibovespa Dólar a R$ 4,0230



Diário do Mercado na 3ª feira, 28.05.2019
 
Mercados retomam otimismo, com sinalização favorável à reforma     
 
Comentário.
 
Os elevados volumes de negociação reforçam o início de uma tendência favorável de curto prazo, que se mostra mais otimista na Bolsa e no mercado de juros, mas menos positiva no câmbio.
 
Pesaram fortemente neste otimismo as declarações do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, solicitando antecipação do processo ao relator da reforma da Previdência, e o anúncio de um pacto entre os Três Poderes, em favor de reformas e da retomada de crescimento econômico.
 
Paralelamente, com o retorno do feriado de ontem, nos EUA e no Reino Unido, a liquidez global retomou força e contribuiu para incrementar os volumes no mercado doméstico.
 
Como consequência, o Ibovespa zerou as perdas do mês e entrou em tendência de forte alta no padrão intradiário, logo após os anúncios do governo, colocando-se em um patamar superior de oscilação e testando um importante nível gráfico, aos 96.500 pontos.
 
A forte liquidez do dia reforçou também os indicadores gráficos, dando início a uma tendência de alta de curto prazo. Seguindo a mesma motivação, os juros futuros recuaram em todos os contratos e sofreram expressivo recuo da inclinação positiva da curva, ou seja, refletindo melhoria na percepção de risco-país.
 
Por outro lado, o mercado de câmbio não se mostrou tão positivo, apesar do recuo do dólar frente ao real, uma vez que a sua variação ao longo do dia ainda respeitou as bandas do atual padrão de alta.
 
No cenário externo, o leilão promovido pelo Tesouro dos EUA apresentou demanda elevada e reforçou a queda dos yields dos títulos norte-americanos, de modo geral, além de ter influenciado os juros domésticos DI longos, para baixo. Ao mesmo tempo, preocupações políticas na Europa reforçaram o movimento de busca por proteção nos mercados globais.
 
Ibovespa.
 
O índice iniciou o dia em padrão de dúvida, mas, após as 11h, configurou expressiva alta, reforçada por ligeiras correções.
 
O Ibovespa fechou aos 96.392 pts (+1,61%), acumulando +0,04% no mês, +9,68% no ano e +27,92% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 24,3 bilhões, sendo R$ 23,7 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 24 de maio (último dado disponível), a Bovespa mostrou entrada líquida de capital estrangeiro de R$ 97,253 milhões, com a saída líquida em maio indo a R$ 5,193 bilhões neste mês. Em 2019, o saldo negativo acumulado está em R$ 4,68 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
O total da dívida pública federal apresentou uma queda de 1% em abril (R$ 3,878 tri) ante março (R$ 3,917 tri), informou a Secretaria do Tesouro Nacional. 
 
Câmbio e CDS.
 
A divisa norte-americana encerrou em baixa frente ao real nesta terça-feira, com o investidor monitorando atentamente o avanço na pauta econômica local.
 
O dólar comercial (interbancário) fechou cotado a R$ 4,0230 (0,30%), acumulando +2,60% no mês, +3,82% no ano e +7,77% em 12 meses.
 
Risco País
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil variou 180 para 181 pts.
 
Juros.
 
Os juros aceleraram a queda na sessão regular de hoje e encerraram em baixa, apoiado pela melhora nas perspectivas no cenário político local.
 
Em relação à sessão anterior, assim findaram: DI janeiro/2020 estável em 6,36%; DI janeiro/2021 em 6,61% de 6,75%; DI janeiro/2023 em 7,73% de 7,91%; DI janeiro/2025 em 8,36% de 8,52%; e DI janeiro/2027 8,72% em 8,86%.
 
Para semana.
 
Brasil: Dados de crédito; IGP-M; PIB; Resultados primário e nominal; Taxa de desemprego (PNAD).
 
EUA: PIB; Consumo pessoal; Novos pedidos seguro-desemprego.
 
Alemanha: IPC;
 
França: PIB;
 
Zona do Euro: Confiança industrial.
 
Japão:  Produção industrial.
 
China: PMI Manufatura.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 3ª feira, 28.05.2019, elaborado por RENATO ODO, CNPI-P, e HENRIQUE TOMAZ DE AQUINO, CFA, ambos integrantes do BB Investimentos.
 

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RENATO ODO, CNPI-P, e HENRIQUE TOMAZ DE AQUINO, CFA, ambos integrantes do BB Investimentos.

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
O MERCADO, 17.10: Realização de Lucros na B3. Dólar a R$ 4,169 17/10/2019
O MERCADO, 17.10: Realização de Lucros na B3. Dólar a R$ 4,169
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.10 Avalie se convém Investir 17/10/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 17.10 Avalie se convém Investir
 
RENDA FIXA  DEBÊNTURES - Mercado Secundário em 14.10.2019 15/10/2019
RENDA FIXA DEBÊNTURES - Mercado Secundário em 14.10.2019
 
O MERCADO, 15.10: Ibovespa sobe puxado por NY. Dólar sobe a R$ 4.164 15/10/2019
O MERCADO, 15.10: Ibovespa sobe puxado por NY. Dólar sobe a R$ 4.164
 
O MERCADO, 14.10: Ibovespa fecha em alta, mas liquidez reduzida. Dólar sobe a R$ 4,128 14/10/2019
O MERCADO, 14.10: Ibovespa fecha em alta, mas liquidez reduzida. Dólar sobe a R$ 4,128
 
O MERCADO, 11.10: Ibovespa sobe 1,98% a 103.831 pts. Dólar cai a R$ 4,093 12/10/2019
O MERCADO, 11.10: Ibovespa sobe 1,98% a 103.831 pts. Dólar cai a R$ 4,093
 
VALE Tour de Analistas e Investidores - Novo Preço-Alvo 2020e da Ação 12/10/2019
VALE Tour de Analistas e Investidores - Novo Preço-Alvo 2020e da Ação
 
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures: CRA e CRI 05/10/2019
RENDA FIXA Mercado Secundário de Debêntures: CRA e CRI
 
O MERCADO, 07.10: Ibovespa cai 1,93% a 100.572 pts. Dólar sobe a R$ 4,104 07/10/2019
O MERCADO, 07.10: Ibovespa cai 1,93% a 100.572 pts. Dólar sobe a R$ 4,104
 
O MERCADO, 08.10: Ibovespa cai 0,59% a 99.981 pts. Dólar cai a R$ 4,091 08/10/2019
O MERCADO, 08.10: Ibovespa cai 0,59% a 99.981 pts. Dólar cai a R$ 4,091
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites