Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Sábado, Dia 18 de Janeiro de 2020 as 13:01:21



MARKET UPDATE - Destaques na Economia - 17.01.2020



MARKET UPDATE  em 17.01.2020
 
Henrique Tomaz, CFA, e
Richardi Ferreira
Panorama Externo
 
Guerra Comercial
 
O acordo comercial parcial, conhecido como “fase 1”, foi oficialmente formalizado. O documento impõe uma série de obrigações à China
 
EUA e China assinam fase 1 do acordo
 
 Os EUA e a China assinaram, na última 4ª feira, 15,01, o acordo parcial "fase 1" que vinha sendo negociado nos últimos meses. O documento assinado impõe uma série de mudanças na dinâmica comercial e econômica da China e inclui diversas áreas como propriedade intelectual, transferência de tecnologia, agricultura, serviços financeiros, moeda e mercado cambial. O acordo inclui ainda o comprometimento por parte da China de importar uma quantia substancial de produtos e serviços americanos ao longo dos próximos anos.
 
 Em contrapartida, os EUA concordaram em rever, significativamente, as ações da seção 301 do Ato de Comércio, que permitiu a imposição de tarifas aos produtos importados chineses.
 
 
Cenário Doméstico
 
 Setor Serviços
 
A Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE (PMS) apontou um recuo de 0,1% no volume de serviços em novembro do ano passado. Os serviços prestados às famílias registraram a maior queda no mês (-1,5%)
 
Volume de serviços recuam 0,1%
 
 Após duas altas fortes nos meses de setembro e outubro, o volume de serviços registrou uma ligeira queda de 0,1% em novembro, na série com ajuste sazonal. Das 5 atividades pesquisadas, 3 apresentaram queda, com destaque para Serviços prestados às famílias (-1,5%) e Transportes, serviços auxiliares aos transportes e correios (-0,7%). Este último influenciado pelo ritmo mais fraco da indústria naquele mês.
 
 No acumulado do ano, porém, o volume de serviços registra uma alta de 0,9%. Em nossa visão, apesar da queda em novembro, o setor deve manter a tendência de crescimento ao longo dos próximos meses, sendo beneficiado pela recuperação do mercado trabalho e pela expansão do crédito (resultante dos recentes cortes na Selic).
 
 Comércio 
 
Em novembro, o volume de vendas no varejo apresentou a sétima alta consecutiva, avançando 0,6% em relação a outubro
 
Varejo avança 0,6% em novembro
 
Varejo. O comércio varejista apresentou uma elevação de 0,6% na passagem de outubro para novembro, na séria com ajuste sazonal. Este foi sétimo mês consecutivo de alta no indicador. O número veio abaixo da expectativa do mercado cuja mediana das projeções apontava para uma alta de 1,2% no volume de vendas. Projeção esta baseada nos bons números da black friday e na liberação dos saques do FGTS. Contudo, a alta no preço dos alimentos acabou limitando o desempenho das vendas do segmento de hipermercados e supermercados, o qual tem um peso relevante no indicador.
 
 No ano, o varejo acumula alta de 1,7%, comparado com o mesmo período do ano passado (janeiro a novembro).
 
 Varejo Ampliado. No varejo ampliado, que inclui veículos e material de construção, as vendas caíram 0,5% interrompendo
uma sequência de 8 altas consecutivas
 
Varejo ampliado recua 0,5% em novembro
 
 No varejo ampliado, que leva em conta veículos e materiais de construção, houve uma retração de 0,5% em novembro na comparação com outubro (séria com ajuste). A queda foi puxada pela retração nas vendas de veículos.
 
 No período de janeiro a novembro de 2019, o indicador acumula uma alta de 3,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Já no acumulado de 12 meses encerrados em novembro, a alta foi de 3,6%, apontando um recuo no ritmo das vendas em relação a outubro (3,8%).
 
 O resultado negativo de novembro interrompeu uma sequência de 8 altas consecutivas no indicador.
 
 
 Atividade Econômica
 
Apesar dos números negativos apresentados nas principais pesquisas do IBGE, o IBC-Br apresentou uma elevação de 0,18% em novembro
 
IBC-Br avança 0,18% em novembro
 
 O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br), considerado uma prévia do PIB, avançou 0,18% em novembro, na série com ajuste sazonal. O índice veio acima da expectativa do mercado, cuja mediana previa uma queda de 0,05%. 
 
 No acumulado de 12 meses encerrados em novembro, o indicador acumula uma alta de 0,9%. Já no acumulado de 2019, a alta é de 0,95%.
 
 O indicador elaborado pelo Banco Central é um termômetro que nos permite uma avaliação mensal da atividade econômica e já considera os resultados divulgados pelas principais pesquisas do IBGE (PIM, PMC e PMS).
 
 
elaborado por Henrique Tomaz, CFA, e Richardi Ferreira, analistas de mercado integrantes do BB Investimentos.


Fonte: Henrique Tomaz, CFA, e Richardi Ferreira, analistas de mercado integrantes do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
OS MERCADOS - Fechamento em 15.10.2020: Propensão ao Risco 15/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 15.10.2020: Propensão ao Risco
 
GUIA DE AÇÕES, 14.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 15/10/2020
GUIA DE AÇÕES, 14.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
O MERCADO AGORA, 13H30 em 15.10.2020: De Olho no Ambiente Global 15/10/2020
O MERCADO AGORA, 13H30 em 15.10.2020: De Olho no Ambiente Global
 
MERCADOS - Abertura em 15.10.2020: O mesmo tom cauteloso do exterior 15/10/2020
MERCADOS - Abertura em 15.10.2020: O mesmo tom cauteloso do exterior
 
OS MERCADOS - Fechamento em 14.10.2020: Cautela, em linha com exterior 15/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 14.10.2020: Cautela, em linha com exterior
 
NEYMAR supera Ronaldo e se torna 2º Maior Artilheiro da Seleção 15/10/2020
NEYMAR supera Ronaldo e se torna 2º Maior Artilheiro da Seleção
 
OS MERCADOS Fechamento em 13.10.2020: Volatilidade, Cautela e Incertezas Fiscais 13/10/2020
OS MERCADOS Fechamento em 13.10.2020: Volatilidade, Cautela e Incertezas Fiscais
 
CONEXÃO MERCADO - Análise Semanal em 09.10.2020 10/10/2020
CONEXÃO MERCADO - Análise Semanal em 09.10.2020
 
OS MERCADOS - Fechamento em 09.10.2020: Mercados respiram com alívio nas tensões políticas 09/10/2020
OS MERCADOS - Fechamento em 09.10.2020: Mercados respiram com alívio nas tensões políticas
 
GUIA DE AÇÕES, 09.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir. 09/10/2020
GUIA DE AÇÕES, 09.10: VEJA AQUI AS COTAÇÕES. Avalie se convem investir.
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites