Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

11 de Junho de 2018 as 21:06:18



INVESTIMENTOS - O Mercado na 2ªfeira Incertezas atrapalham Ibovespa cai 0,87%. Dólar estável em R$3,708



Diário de Mercado na 2ª feira, 11.06.2018
 
Incertezas seguem atrapalhando e Ibovespa tem quinto recuo seguido
 
Resumo.
 
A cautela segue presente no mercado doméstico, assim como a típica volatilidade de um ano eleitoral. O Ibovespa chegou a avançar 1% pela manhã, mas encerrou caindo 0,9% e já acumula queda de 8% em cinco pregões.
 
A falta de previsibilidade quanto ao quadro de presidenciáveis, bem como a deteriorada situação fiscal, além dos choques que vem sofrendo a já lenta recuperação da economia têm afugentado os investidores, deste modo, o mês de junho já registra saída líquida de capital estrangeiro em mais de R$ 2 bilhões.
 
No mercado de câmbio, o dólar encerrou estável, após queda recorde na sexta-feira. Já a estrutura da curva de juros futuros teve sua inclinação positiva intensificada.         
 
Ibovespa.
 
O índice abriu a sessão em alta e atingiu a máxima pela manhã com mais de 1% de valorização, mas renunciou aos ganhos e operou em terreno negativo até o fechamento. Pesou principalmente sobre o índice o desempenho do setor financeiro, que registrou firmes quedas de mais de 3%.
 
O Ibovespa fechou aos 72.307 pts (-0,87%), acumulando -5,79% no mês, -5,36% no ano e 16,23% em 12 meses. O volume financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 9,65 bilhões, sendo R$ 9,06 bilhões no mercado à vista.
 
Na 5ª feira, 07.06, último dado disponível, houve saída líquida de capital estrangeiro em R$ 87,47 milhões da bolsa. No mês de junho o saldo é negativo em R$ 2,047 bilhões; já no ano, o saldo registra saída líquida de R$ 6,059 bilhões no ano.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, a primeira prévia do IGP-M acelerou de 1,12% em maio para 1,50% em junho – praticamente em linha com o consenso de 1,49%. Com o resultado, o índice passou a acumular alta de 5,00% em 2018 e elevação de 6,53% em 12 meses.
 
No desdobramento do índice prévio, o IPA-DI (atacado) registrou elevação de 2,06% em junho, ante alta de 1,58% em maio; o IPC-DI (varejo) subiu 0,54% em junho contra avanço de 0,21% em maio; e, por fim, o INCC-DI desacelerou a 0,18% em junho, frente a alta de 0,38% em maio. 
 
Câmbio e CDS.
 
Após registrar a maior queda em mais de 9 anos diante da forte atuação anunciada pelo Bacen na 5ª feira, 07.06, o dólar comercial (interbancário) encerrou estável nesta segunda-feira. No exterior, a divisa apresentou comportamento misto ante as principais moedas.
 
A divisa fechou em R$ 3,7080 (+0,08%), recuando 0,64% no mês, e acumulando alta de 11,86% no ano e de 12,67% em 12 meses.
 
 
Risco País
 
O risco medido pelo CDS Brasil 5 anos subiu a 254 pts ante 253 pts da última sexta-feira.
 
 
Juros.
 
Mesmo operando em baixa na maior parte da sessão, os vértices de médio e longo prazos encerraram a sessão regular próximos da estabilidade ou com ajustes de alta, ao passo que a seção de curto prazo recuou em grande parte. A curva passou a precificar alta probabilidade de alta de 25 pbs na Selic na próxima reunião do Copom, não obstante reafirmação por parte de Ilan (Bacen) garantindo a segregação entre a política monetária e câmbio.        
 
 
Para a semana.
 
O evento de maior relevância da semana reside na definição de juros pelo Fomc (12 e 13). Além disso, terão destaque nos EUA a inflação pelo CPI, enquanto a Zona do Euro e Japão também definem política monetária. No Brasil, conheceremos o IGP-10 de junho, bem como a primeira prévia do IGP-M, além do IPC-Fipe, ambos do mesmo mês. Por aqui ainda saem vendas no varejo e IBC-Br (atividade econômica), ambos relativos a abril.  
 
 
Confira no anexo a integra do relatório de análise do comportamento do mercado na 2ª feira, 11.06.2018, elaborado por RAFAEL REIS, CNPI-P, e RICARDO VIEITES, CNPI, ambos do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RAFAEL REIS, CNPI-P, e RICARDO VIEITES, CNPI, ambos do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
01/05/2014
INVESTIMENTOS - EMBRAER - Resultados no 1º trimestre/2014 - Upside de 27%
 
30/04/2014
INVESTIMENTOS - SANTANDER - Resultados no 1º trimestre/2014
 
29/04/2014
INVESTIMENTOS - ITAÚ UNIBANCO - Resultados no 1º trimestre/2014
 
26/04/2014
INVESTIMENTOS - BANCOS PRIVADOS - Prévia dos resultados
 
26/04/2014
INVESTIMENTOS - KLABIN - Resultados no 1º trimestre/2014: Upside de 32%
 
26/04/2014
INVESTIMENTOS - JSL - Resultados no 1º trimestre/2014
 
24/04/2014
INVESTIMENTOS - BANCOS - Previa dos resultados so 1º trimestre/2014
 
24/04/2014
INVESTIMENTOS - BRADESCO - Resultados do 1º trimestre/2014
 
24/04/2014
INVESTIMENTOS - WEG - Resultados do 1º trimestre/2014
 
24/04/2014
INVESTIMENTOS - USIMINAS - Resultados do 1º trimestre/2014
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009