Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

02 de Julho de 2018 as 23:07:08



INVESTIMENTOS O Mercado na 2ª feira Bolsa estável em 72.839pts Dólar a R$ 3,9097



Diário de Mercado na 2ª feira, 02.07.2018
 
Bolsa vira para alta nos minutos finais, com volume reduzido por conta da copa
 
Resumo.
 
Prejudicada pelo jogo da copa do mundo, a sessão da segunda-feira foi marcado por volume abaixo da média em todos os mercados. A bolsa, pressionada desde a abertura por influência do clima do mercado externo, que contagiou também bolsas mundo afora, conseguiu se recuperar na reta final, puxada pelas bolsas de Nova York.
 
O dólar seguiu sua tendência de curto prazo de alta perante o real, com ausência de intervenção do Bacen, chegando a superar os R$ 3,91 no intraday, ao passo que os juros futuros operaram predominantemente  estáveis, com exceção dos vértices longos, que recuaram.  
 
Ibovespa.
 
A bolsa brasileira operou com reduzida liquidez nesta segunda-feira, muito por conta do jogo da seleção brasileira na copa do mundo. Após o jogo, o noticiário veio a colaborar próximo do apagar das luzes, com palavras de Trump sinalizando que a saída dos EUA da OMC estaria “fora de questão”, o que embalou os índices em Nova York, levando o a bolsa brasileira de carona.
 
Favorecido pelo setor financeiro, mas contrabalançado negativamente pelos setores de siderurgia e mineração, o Ibovespa encerrou aos 72.839 pts (0,11%), queda de 4,86% no ano e alta de 15,80% em 12 meses. O volume financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 6,55 bilhões, sendo R$ 6,34 bilhões no mercado à vista.
 
 
Capitais Externso na Bolsa
 
Na 5ª feira, 28.06, último dado disponível, houve saída líquida de capital estrangeiro em R$ 150,527 milhões da bolsa. No mês de junho, o saldo negativo está em R$ 6,374 bilhões; já no ano, o saldo acumulado registra saída líquida de R$ 10,386 bilhões.
 
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o índice de gerentes de compras (PMI) relativo a junho caiu a 49,8 ante 50,7 na leitura de maio. O índice, que foi amplamente contaminado pelos efeitos da greve dos caminhoneiros perdeu o patamar de 50 pontos, o que não ocorria desde março de 2017, indicando a entrada do indicador na zona de retração (abaixo de 50). 
 
Já nos EUA, a última prévia do PMI de junho avançou a 55,4 ante 54,6 em maio, se firmando na zona considerada de “expansão” (acima de 50, segundo a metodologia). 
 
 
Câmbio e CDS.
 
O dia foi de nova onda de valorização do dólar perante moedas emergentes, na esteira de agravamento da questão comercial entre EUA e China, além agora da União Europeia. O dólar fechou cotado a R$ 3,9097 (0,91%), acumulando alta de 18,16% no ano e de 18,09% em 12 meses.
 
 
Risco País
 
O risco medido pelo CDS Brasil 5 anos subiu aos 275 pts ante 270 da sexta-feira.
 
 
Juros.
 
Em meio a uma sessão de liquidez reduzida por conta do jogo da seleção brasileira, os juros futuros encontraram espaço para ceder, em especial na zona longa da estrutura a termo da curva. O direcionamento predominante, com noticiário praticamente ausente foi a da maior probabilidade de manutenção da Selic nos atuais 6,5% na próxima reunião do Copom.    
 
 
Para a semana.
 
Agenda forte nos EUA, contendo destaques no relatório de emprego (payroll) na sexta-feira, e a Ata do Fomc na quarta-feira, relativa à reunião de 13 de junho. No Brasil, destaque para o IPCA de junho na sexta-feira e a produção industrial de maio na 4ª feira. 
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de anásie do comportamento do mercado na 2ª feira, 02.07.2018, elaborado por RICARDO VIEITES, CNPI, e RAFAEL REIS, CNPI-P, ambos integrantes do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: RICARDO VIEITES, CNPI, e RAFAEL REIS, CNPI-P, ambos integrantes do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
29/06/2014
CORÉIA DO NORTE novamente lança mísseis no mar do Japão
 
03/06/2014
INVESTIMENTOS - GOL - BB Investimentos revisa preço de Gol
 
30/05/2014
JOE BIDEN volta ao Brasil durante a Copa, meta: restaurar diálogo entre EUA e Brasil
 
18/05/2014
BIC BANCO - Resultados do 1º trimestre/2014
 
09/05/2014
INVESTIMENTOS - FRAS-LE - Resultados do 1º trimestre/2014. Upside de 48%
 
09/05/2014
INVESTIMENTOS - CIELO - Resultados no 1º trimestre/2014 - Upside: 9,3%
 
09/05/2014
INVESTIMENTOS - BANCO DO BRASIL - Lucro líquido de R$ 2,7 bilhões no 1º trimestre/2014
 
01/05/2014
INVESTIMENTOS - BRF - Resultados no 1º trimestre/2014 - Upside de 11%
 
01/05/2014
INVESTIMENTOS - VALE - Resultados no 1º trimestre/2014 - Upside de 55,1%
 
01/05/2014
INVESTIMENTOS - EMBRAER - Resultados no 1º trimestre/2014 - Upside de 27%
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009