Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Quinta-Feira, Dia 05 de Dezembro de 2019 as 21:52:11



O MERCADO, 04.12: Ibovespa subiu 1,23% a 110.300 pts, Dólar estável em R$ 4,202



Diário da Bolsa B3 na 4ª feira, 04.12.2019
 
Ibovespa perfaz recorde histórico com otimismo dos investidores
 
Comentário.
 
O índice brasileiro encerrou na máxima do dia e atingiu tanto novo recorde histórico de fechamento, como de pontuação. No dia, o otimismo dos agentes adveio de uma melhor percepção da economia doméstica – lembrando que na véspera o PIB 3T19 cresceu 2,4% anualizado (+0,6% no trimestre) – com a produção industrial ascendendo e positiva pelo terceiro mês seguido, com expectativa da continuidade de corte de juros pelo Banco Central na próxima semana e com visão de manutenção da inflação baixa e sob controle.
 
Os preços do barril de petróleo, tanto tipo Brent, como tipo WTI tiveram firmes elevações no mercado internacional, ajudando as ações da Petrobras a também terminaram em suas máximas do dia.
 
Externamente, o panorama também corroborou favoravelmente, com a notícia agora que o acordo comercial “fase 1” entre EUA e China teria avançado – mas, cada dia surge uma informação divergente. De toda a sorte, este argumento ajudou a suportar os ganhos dos índices acionários de Nova York.
 
No Brasil, o dólar comercial fechou “de lado”, cotado a R$ 4,2020 (-0,07%). Os juros futuros decaíram, derrubando como um todo a sua curva de estrutura a termo.
 
Ibovespa.
 
O índice principiou em alta e seguiu em tendência ascendente ao longo do pregão. A partir das 13h45min, ultrapassou os 110 mil e praticamente operou acima deste nível até o fechamento, em recorde histórico.
 
O Ibovespa fechou aos 110.300 pts (+1,23%), acumulando +1,91% na semana, +25,50% no ano e +24,46% em 12 meses. O preliminar giro financeiro da Bovespa foi de R$ 18,1 bilhões, sendo R$ 16,2 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 29 de novembro (último dado disponível), a Bovespa teve saída líquida de -R$ 577,079 milhões de capital estrangeiro, fechando o mês com retirada líquida de -R$ 8,851 bilhões. Em 2019, passou a acumular saldo negativo de -R$ 39,255 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, a produção industrial cresceu +0,8% em outubro (com ajuste sazonal) ante +0,3% em setembro, positiva pelo terceiro mês consecutivo, sendo que 14 dos 26 ramos pesquisados ascenderam. Já em relação a outubro de 2018, avançou +1,0% e sua média móvel trimestral subiu +0,8%. O indicador acumula agora -1,1% no ano e -1,3% em 12 meses.
 
Câmbio e CDS.
 
O dólar comercial (interbancário) chegou a ceder para a casa de R$ 4,18, mas reagiu do meio da tarde em diante. No dia, apesar do otimismo tanto interno, como externo, a moeda terminou “de lado” – em um primeiro momento, aparentemente, os agentes consideram conveniente o patamar atual.
 
A divisa fechou cotada a R$ 4,2020 (-0,07%),  acumulando -0,90% na semana, +8,44% no ano e +9,00% em 12 meses. O risco-país medido pelo CDS Brasil 5 anos cedeu levemente para 124 pts ante em 125 pts antes.
 
Juros.
 
Os juros futuros denotaram firmes baixas ao longo de toda a sua curva de estrutura a termo, com destaque de queda para os vencimentos intermediários.
 
Os agentes ratificam cada vez mais a propensão de corte de 50 pts-base na taxa Selic, para 4,50% a.a., no próximo dia 11 de dezembro na reunião do Copom. Contudo, a parte média e a longa da curva ainda estão distantes de seu perfil de um mês atrás.
 
Em relação ao pregão anterior, assim fecharam os contratos:
 
DI janeiro/2020 em 4,59% de 4,61%;
DI janeiro/2021 em 4,68% de 4,71%;
DI janeiro/2022 em 5,32% de 5,39%;
DI janeiro/2023 em 5,82% de 5,90%;
DI janeiro/2025 em 6,42% de 6,49%;
DI janeiro/2027 em 6,73% de 6,81%.
 
Agenda.
 
Brasil: Dados Veículos/Anfavea, IPC-Fipe, IPCA; 
 
EUA: Balança comercial, Pedidos bens duráveis, Payroll - Criação de vagas na economia, Taxa desemprego, Média de ganhos por hora, Estoques e vendas no atacado, Sentimento Univ. Mich, Crédito ao consumidor;
 
Alemanha: Prod. industrial. 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercado na 4ª feira, 05.12.2019, elaborado por HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
25/02/2014
INVESTIMENTOS - PETROBRAS - Lucro de R$ 23,5 bilhões (+11%) em 2013
 
25/02/2014
INVESTIMENTOS - RENDA FIXA - Análise do mercado de renda fixa
 
25/02/2014
INVESTIMENTOS - MARCOPOLO - Resultados do 4º trimestre/2013: UPSIDE de 19%
 
MAGAZINE LUIZA - Resultados do 4º trimestre/2013 acima das expectaivas 24/02/2014
MAGAZINE LUIZA - Resultados do 4º trimestre/2013 acima das expectaivas
 
21/02/2014
INVESTIMENTOS - GOL - Flash de mercado
 
21/02/2014
INVESTIMENTOS - BIC BANCO - Resultados do 4º trimestre/2013
 
21/02/2014
INVESTIMENTOS - DAYCOVAL - Resultados do 4º trimestre/2013
 
21/02/2014
INVESTIMENTO - GERDAU - Resultados do 4º trimestre/2013
 
21/02/2014
INVESTIMENTOS - BTG PACTUAL - Análise dos resultados do 4º trimestre/2013
 
17/02/2014
INVESTIMENTOS - EMBRAER - Upside de 22% até dezembro de 2014
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites