Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

Sábado, Dia 22 de Fevereiro de 2020 as 04:02:30



PETROBRAS e Sindicatos Petroleiros fazem Acordo e Encerram Greve



Petrobras e sindicatos chegam a acordo para encerrar greve, mas negociações continuam
 
A Petrobras e os trabalhadores da empresa chegaram a um acordo para pôr fim à greve da categoria, anunciou nesta 6ª feira, 21.02, o ministro Ives Gandra Martins Filho, do TST Tribunal Superior do Trabalho.
 
Na 5ª feira, 20.02, os petroleiros já tinham decidido suspender a paralisação até a realização da audiência de conciliação. A reunião foi mediada pelo ministro do TST em Brasília. 
 
O acordo prevê que metade dos dias parados durante a greve será descontado dos trabalhadores, enquanto a outra metade será compensada por meio de horas extras.
 
Além disso, a multa aplicada aos sindicatos dos petroleiros foi reduzida de R$ 58,5 milhões para R$ 2,47 milhões. O valor será retido da mensalidade paga pela Petrobras aos sindicatos. O TST tinha considerado a greve ilegal. 
 
Uma das exigências dos grevistas, a Petrobras suspenderá a aplicação da nova tabela de turnos, que passará a ser feita pelos trabalhadores. 
 
Reunião para discutir demissões em subsidiária da Petrobras
 
Além disso, na próxima 5ª feira, 27.02, haverá uma reunião para discutir as demissões na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR), da Araucária Nitrogenados (Ansa), subsidiária da Petrobras. 
 
"Conseguimos resolver a questão da tabela de turnos, conseguimos resolver também, de certa forma, a questão de dias parados e a questão das multas e agora ficou para quinta-feira que vem uma mesa de negociação em relação a questão da Ansa",
 
disse Ives Gandra, segundo publicado pelo portal G1. 
 
As dispensas na empresa tinham originado o movimento grevista, que começou em 1º de fevereiro. Os petroleiros pedem a suspensão das demissões na Fafen, que segundo a Federação Única dos Petroleiros (FUP) afetaram mais de mil famílias.
 
A Petrobras interrompeu a produção na fábrica, que de acordo com a estatal é deficitária. Por enquanto, os desligamentos na unidade permanecem suspensos até 6 de março. 
 
'Isso foi feito hoje'
 
"Desde o começo, a pauta da greve era a abertura de negociação sobre o fechamento da fábrica. Isso foi feito hoje" disse Cibele Vieira, coordenadora da FUP, segundo publicado pelo jornal O Globo. 
 
Os petroleiros entraram em greve por considerar que a Petrobras descumpriu o acordo coletivo de trabalho, firmado em novembro do ano passado, que previa a não demissão em massa de funcionários sem discussão com os sindicatos. 
 
No entanto, a FUP argumenta que dois meses após o acordo, a Ansa anunciou a demissão sumária dos trabalhadores da fábrica em Araucária.
 


Fonte: SPUTNIKNEWS





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
30/07/2013
SARNEY - Hospitalizado, poderá receber alta nesta 4ª feira
 
30/07/2013
GLOBOPAR tem contas bancárias e bens bloqueados pela Justiça do Rio
 
27/07/2013
PROGRAMA MAIS MÉDICOS - União apresenta 1ª defesa judicial do Programa
 
27/07/2013
PROGRAMA MAIS MÉDICOS - Ministro do STF Lewandovisk, confirma validade do Programa
 
26/07/2013
JOSÉ SERRA submete-se a cateterismo cardíaco
 
PAPA NO BRASIL - Dilma convida presidentes da América do Sul para encerramento, no domingo 26/07/2013
PAPA NO BRASIL - Dilma convida presidentes da América do Sul para encerramento, no domingo
 
25/07/2013
PROGRAMA MAIS MÉDICOS - 2.552 municípios inscreveram-se, 46% das cidades do País.
 
25/07/2013
JOSE GENUINO - Cirurgia cardíaca de emergência no Sírio Libanês, nesta 5ª feira
 
23/07/2013
MEDICINA - MEC institui Política Nacional para criação de mais cursos
 
23/07/2013
PAPA NO BRASIL - Ateus e agnósticos protestam contra gastos públicos na recepção do Papa
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites