Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

10 de Abril de 2021 as 17:04:43



B2W DIGITAL - Novo Preço-Alvo das Ações em bolsa para dez/2021



B2W Digital - Revisão de Preço-Alvo
 
"Percebemos um movimento dos investidores migrando para ações de empresas sólidas mas que ficaram descontadas demasiadamente"
 
Cenário ainda desafiador, mas ajustes ocorridos na operação devem gerar bons frutos Revisamos nosso preço-alvo para B2W Digital após a incorporação dos resultados referentes ao 4T20 e alterações em nossas premissas quanto a crescimento de vendas e pressão sobre as margens.
 
Nesse contexto, nosso novo preço-alvo de BTOW3 para o final de 2021 é de R$ 90,60, com manutenção da recomendação de Compra.
 
Desempenho das Ações. 
 
Após uma forte alta ao longo do ano de 2020, os papéis de BTOW3 registram uma variação negativa de 19% no acumulado deste ano.
 
Em nossa visão, isso se deve ao fato de que como os papéis de tecnologia/e-commerce subiram muito desde à mínima no auge da pandemia em março do ano passado, agora percebemos um movimento dos investidores migrando para ações de empresas sólidas mas que ficaram descontadas demasiadamente
 
Além disso, fatores como a elevação da taxa de juros, o maior acirramento da concorrência nos últimos trimestres e o prejuízo apresentado em 2020 também exerceram influência no desempenho da BTOW3. Contudo, entendemos que essa queda é superdimensionada e não reflete o valor justo do papel, razão pela qual mantemos nossa recomendação de Compra.
 
Evolução do Plano Estratégico. 
 
O ano de 2020 marcou o início de um novo ciclo estratégico para o Universo Americanas (B2W Digital, Lojas Americanas, Ame Digital), cujo objetivo, especificamente no que concerne ao braço digital (B2W), consiste em dobrar o GMV total (vendas totais on-line, tanto de produtos carregados em estoque, quanto de terceiros via plataforma de marketplace) até 2022 e manter a geração de caixa. 
 
Com esse objetivo em mente, a B2W Digital vem investindo nas 4 principais frentes abaixo:
 
(i) Logística – nessa frente, pudermos observar ao longo de 2020: 
 
(a) a expansão do serviço de fullfillment (armazenamento e entrega de produtos vendidos por terceiros nos centros de distribuição da B2W) para os estados de Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo; 
(b) a criação da B2W Delivery, responsável pelo serviços a sellers internacionais; 
(c) expansão da Ame Flash, plataforma de crowdshipping que conecta entregadores independentes e que encerrou o ano com 25 mil entregadores conectados, ante apenas 800 ao final de 2019; 
(d) a expansão da Americana Mais (cliente prime) para todo o Brasil, com adição de benefícios; e 
(e)  a expansão da modalidade Ship From Store (vendas on-line de estoque localizado em loja física) para mais de 5 mil lojas da Americanas e sellers do marketplace;
 
(ii) Ame – a fintech do Universo Americanas atingiu 17 milhões de downloads em 2020 (6,5 mi em 2019) e adquiriu a BIT Capital (especialização em soluções core banking) e a Parati (Baas e RegTech);
(iii) Sortimento – o número de itens ofertados nos sites totalizou 87,2 milhões ao final do ano, ante 29,5 milhões no 4T19, impulsionado pela adição de cerca de 40 mil  novos sellers à base do marketplace;
(iv) Serviços aos sellers – implementação da modalidade Crédito Flex no 1T20, ampliação da base de sellers elegíveis ao crédito, bem como aumento do prazo de pagamento para até 24 meses. 
 
Desempenho econômico-financeiro em 2020. 
 
As vendas totais (GMV, na sigla em inglês) totalizaram R$ 27,7 bilhões, 47,6% superior a/a. Enquanto o e-commerce tradicional (1P, com venda de estoque próprio) cresceu 51,6% no período, as vendas do marketplace (3P) cresceram 45,1%. Esse crescimento das vendas contribuiu para que a receita líquida atingisse R$ 10,1 bilhões, crescimento de 49,6% a/a.
 
Já a margem bruta manteve-se praticamente estável, vindo 0,2 p.p. inferior a/a, queda de 1,3 p.p. a/a em decorrência de um mix de produtos menos favorável. A margem EBITDA ajustada, por sua vez, caiu 0,4 p.p. a/a prejudicada pela piora do resultado de equivalência patrimonial proveniente da sua participação na Ame. Excluída a equivalência patrimonial, a margem EBITDA Ajustada teria vindo 0,4 p.p. superior a/a, dado o ganho de alavancagem operacional.
 
Quanto à margem líquida, esta veio negativa em 2%. Apesar da melhora de 3,9 p.p. frente ao resultado do ano anterior (-5,9%), esperávamos que o cenário fortemente favorável para o comércio eletrônico, em razão do fechamento do comércio físico em boa parte do ano de 2020, contribuiria para a apresentação de lucro líquido ao final do ano, o que não foi observado.
 
No que diz respeito à alavancagem financeira, a B2W Digital encerrou o ano com um endividamento bruto de R$ 7,8 bilhões, mas com uma situação de caixa líquido de R$ 5,3 bilhões em função de um aumento de capital concluído no 3T20 no valor de R$ 4 bilhões. Essa confortável posição de caixa permitirá que a companhia invista em expansão orgânica (logística), parcerias e eventuais aquisições estratégicas com vistas a incrementar a recorrência de compra de seus consumidores. Vale ressaltar, contudo, que a companhia deve seguir operando com uma posição de caixa líquido, em linha com a prática observada pelos principais players desse mercado.
 
No que se refere aos investimentos realizados em 2020, pontuamos que foram dispendidos R$ 698,3 milhões, o que correspondeu a 2,5% do GMV total, ante 2,7% no ano anterior. 
 
Perspectivas. 
 
Por um lado, vemos perspectivas positivas para a B2W em função do e-commerce manter uma trajetória ascendente mesmo após a reabertura do comércio físico ao longo do 2S20, dada a mudança nos hábitos dos consumidores. Por outro lado, um cenário mais competitivo e fortemente acirrado, aliado à pressão na massa de rendimentos da população em decorrência de um auxílio emergencial inferior ao observado em 2020, devem pressionar as vendas e as margens da companhia.
 
O forte desempenho que as ações de empresas de e-commerce tiveram no auge da pandemia não tem se replicado neste momento de recrudescimento das medidas de isolamento social. Isso porque, à época, era esperado que o crescimento das vendas refletisse em maior rentabilidade, o que não se concretizou dado os investimentos necessários para fortalecer o ecossistema criado por essas companhias frente ao acirramento da concorrência. Ao mesmo tempo, as referidas companhias estão mais sujeitas à elevação das taxas de desconto, dado que suas teses de investimento consistem em forte crescimento ao longo dos próximos anos.
 
Apesar disso, a B2W Digital vem trabalhando no seu plano estratégico, tendo como prioridade para 2021 a entrega em horas, e em ajustar o curso daquilo que não funcionou tão bem ao longo de 2020. Nesse aspecto, destacamos que, no início deste ano, a companhia anunciou o lançamento de uma nova plataforma para aumentar a competitividade de seus sellers e aumentar o nível de serviços. 
 
Com isso, entraram em vigor novas regras de comissionamento, cancelamento de pedidos e política de frete grátis que os sellers poderão aproveitar. 
 
Essas mudanças deram-se em função da constatação de que as condições anteriormente vigentes não estavam atraindo os pequenos sellers, os quais estavam preferindo aderir às plataformas concorrentes, cujas condições eram mais favoráveis. 
 
Além disso, recentemente, a companhia divulgou a aquisição da plataforma de entrega de comida Shipp, criada em 2017 e que detém, atualmente, 10 mil entregadores cadastrados.
 
Revisão de Preço
 
Em nossa revisão de preço incorporamos os resultados referentes ao 4T20 e 
também: 
 
(i) crescimento do e-commerce em percentual superior ao anteriormente esperado, com ganho de participação de mercado pela B2W; 
(ii) maior pressão de margem bruta e margem EBITDA ajustada (ex-equivalência patrimonial) em decorrência das medidas tomadas para alavancar as vendas do marketplace; e 
(iii) pressão decorrente do resultado de equivalência patrimonial em função dos maiores investimentos na Ame para alavancar a operação financeira do Universo Americanas.
 
Tudo considerado, nosso novo preço-alvo de BTOW3 para o final de 2021 é de R$ 90,60 (antes R$113,40), com manutenção da recomendação de Compra.
 
Tese de Investimento. 
 
A tese de investimento da B2W Digital baseia-se no ecossistema criado pelo Universo Americanas para manter o crescimento de vendas no canal digital, o que inclui: 
 
(i) robusta estrutura logística já desenvolvida e agregando novas iniciativas com vistas à aumentar o nível de serviço; 
(ii) incremento no sortimento de itens e de sellers cadastrados no marketplace, com valor agregado aos serviços prestados aos mesmos; e 
(iii) desenvolvimento de um super App e de soluções financeiras para os clientes do Universo Americanas capazes de aumentar a recorrência de compras e frequência de uso do aplicativo. 
 
Riscos. 
 
Os riscos existentes à tese de investimentos da B2W Digital são: 
 
(i) impacto de investimentos em aquisição de cliente e no desenvolvimento da omnicanalidade acima do esperado; 
(ii) incapacidade de atrair e reter os melhores sellers em sua plataforma de marketplace; 
(iii) incapacidade de escalar e rentabilizar a solução financeira oferecida aos seus clientes (Ame Digital); e 
(iv) incremento das provisões com devedores duvidosos acima do esperado.
 
ESG. 
 
Assumimos o compromisso de integrar aspectos ambientais, sociais e de governança corporativa (“ESG”, na sigla em inglês) nas análises das empresas de nosso universo de cobertura, a fim de atender ao interesse cada vez maior dos investidores nesse assunto.
 
O rating ESG da B2W Digital, atribuído pela Refinitiv, é C+ (B- no pilar ambiental, C no pilar social e B- no pilar Governança), sem qualquer apontamento relacionado a controvérsias. Vale observar que a Refinitiv elevou o rating atribuído ao pilar Governança de C+ para B- desde nosso última relatório acerca de ESG (vide aqui), com a inclusão da informação de que a B2W Digital é signatária do Pacto Global da ONU, por meio do qual empresas se comprometem com princípios relacionadas às áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e corrupção.
 
Ainda, no relatório referente aos resultados de 2020, a B2W Digital destacou algumas iniciativas ocorridas ao longo do ano nos aspectos ambiental e social. No aspecto ambiental, a companhia recebeu, pelo quarto ano consecutivo, o Selo Ouro do Programa Brasileiro GHG Protocol. No aspecto social, a B2W Digital, em conjunto com as demais companhias do Universo Americanas, realizou R$ 74 milhões em doações para mitigar os efeitos do Covid-19.
 
A companhia vem ainda gerando impacto social por meio de uma parceria com a ONG HumaniTI em um projeto de inclusão a tecnologia para cerca de 37 mil aluno de Osasco (SP). Por fim, vale destacar que a companhia foi selecionada para compor, pelo sétimo ano consecutivo, o Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 (ISE) e o Índice Carbono Eficiente da B3 (ICO2). 
 
Confira no anexo aíntegra do relatório a respeito, elaborado por GEORGIA JORGE, analista do BB INVESTIMENTOS

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: GEORGIA JORGE, analista do BB INVESTIMENTOS





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
PETROBRAS obtém Lucro de mais de R$ 1 bilhão no 1º trimestre/2021 13/05/2021
PETROBRAS obtém Lucro de mais de R$ 1 bilhão no 1º trimestre/2021
 
JBS - Resultado no 1º Trimestre/2021  ROBUSTOS 13/05/2021
JBS - Resultado no 1º Trimestre/2021 ROBUSTOS
 
BR Distribuidora | ESG - Resultado no 1º trimestre/2021; Rentabilidade em Alta 13/05/2021
BR Distribuidora | ESG - Resultado no 1º trimestre/2021; Rentabilidade em Alta
 
BTG PACTUAL Resultado no 1º trimestre /2021: Crescimento com Rentabilidade 12/05/2021
BTG PACTUAL Resultado no 1º trimestre /2021: Crescimento com Rentabilidade
 
RAIA DROGASIL - Resultado no 1º Trimestre/2021:  POSITIVO 12/05/2021
RAIA DROGASIL - Resultado no 1º Trimestre/2021: POSITIVO
 
MARFRIG - Resultado no 1º trimestre/2021 - SÓLIDOS 12/05/2021
MARFRIG - Resultado no 1º trimestre/2021 - SÓLIDOS
 
KLABIN | ESG - Resultado no 1º Trimestre/2021: Crescimento. 12/05/2021
KLABIN | ESG - Resultado no 1º Trimestre/2021: Crescimento.
 
AMBEV - Resultado no 1º Trimestre/2021  Resultados Melhores 08/05/2021
AMBEV - Resultado no 1º Trimestre/2021 Resultados Melhores
 
AZUL - Resultado no 1º trimestre/2021:  NEUTRO 08/05/2021
AZUL - Resultado no 1º trimestre/2021: NEUTRO
 
BRADESCO | ESG - Resultado no 1º trimestre/2021: Lucro Líquido de R$ 6,5 BI 08/05/2021
BRADESCO | ESG - Resultado no 1º trimestre/2021: Lucro Líquido de R$ 6,5 BI
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites