Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

06 de Fevereiro de 2018 as 17:43:11



Investimentos ITAÚ UNIBANCO Resultados no 4º trimestre/2017



Itaú Unibanco - Resultados no 4º trimestre/2017
 
Orientação positiva corrobora nossa visão de alta
 
 
O Itaú apresentou um resultado trimestral neutro, como esperávamos, com um lucro líquido de R $ 6.280 mn, em linha com nossas estimativas (-0,7%) e o consenso da rua (+ 0,8%).
 
Olhando por inteiro, o resultado foi mesclado, com o crescimento do empréstimo (+ 4,1% trimestre / trimestre), o NII plano e as receitas de taxas fortes (+ 5,2% trimestre / trimestre) compensadas por despesas de provisão muito maiores do que esperadas (+ 15,9% A / E).
 
Por outro lado, no último trimestre do ano, o mercado está usualmente mais preocupado com a orientação do que com o resultado em si. Em nossa opinião, as orientações divulgadas pelo Itaú são mais otimistas do que o Bradesco.
 
Isso ocorre porque o Itaú estima NII com clientes crescendo em 2018 e, no ponto médio da faixa de provisão, a orientação do Itaú implica uma redução de 28,6% ano / ano, enquanto a orientação do Bradesco, seguindo a mesma lógica, implica um 14,3% aa diminuição das despesas de provisão para 2018.
 
Outra boa notícia foi o anúncio da distribuição de dividendos, que corresponde a um pagamento de 70,6% em 2017. Como mencionado no relatório do 3T17, prevemos um índice de pagamento de YE18 de 75%.
 
 
Real versus estimado.
 
 
A receita líquida de juros (NII) veio robusta, trimestre / trimestre, e em linha com a nossa previsão, com uma menor NII com clientes e maior lucro nas negociações. O custo do crédito, que inclui provisão bruta, imparidade, descontos concedidos e recuperação de empréstimos, foi muito maior do que o esperado (15,9%). Esperávamos uma melhoria no mesmo ritmo observado no 3T17, mas o valor entregue em 2017 foi em o topo da orientação.
 
As receitas de comissões e taxas, por sua vez, cresceram 2,9% em relação ao nosso, crescendo 5,2% trimestre/trimestre, impulsionadas pelo aumento de 6,3% nas receitas do cartão de crédito, trimestre/trimestre. Receitas exceto-juros cresceram 4,7% trimestre/trimestre, de acordo com o nosso, enquanto o lucro líquido, beneficiado por uma taxa de imposto efetiva mais baixa, também estava alinhado com a nossa previsão.
 
 
Crescimento dos Empréstimos e Qualidade dos Ativos.
 
Os empréstimos brutos classificados aumentaram 4,1%, trimestre/trimestre, com crescimento em todos os segmentos, algo não observado desde o 3T15, o que prova nossa tese de que o Itaú transformou a chave de aversão ao risco e está disposto a aumentar o portfólio de crédito, respondendo a demanda de sua base de clientes.
 
Enquanto isso, os empréstimos inadimplentes com mais de 90 dias (NPL90) caíram 20 bps trimestre/trimestre. No entanto, observando a classificação do risco de portfólio, observamos que o portfólio de risco "G" aumentou 36% trimestre/trimestre ou R$ 1.6 Bilhões.
 
 
Outlook.
 
 O Itaú apresentou um resultado trimestral neutro, como esperado. No entanto, a orientação positiva deve levar o mercado a rever o crescimento dos ganhos de 2018, fechando a diferença para nosso lucro líquido de R$ 27,9 bilhões em 2018, que está 13,2% acima do consenso da Bloomberg.
 
Desde a nossa revisão de preços em outubro passado, a ITUB4 superou o Ibovespa em cerca de 10% e, mais recentemente, beneficiou a entrada expressiva de capital estrangeiro no mercado brasileiro, com um aumento de 22,8% em janeiro.
 
Finalmente, as orientações positivas apenas corroboram nossa visão de alta para o Itaú e seu forte crescimento de ganhos, mantendo o ROE em um nível acima de 20%.
 
Nós mantemos o R$ 57,00 YE2018 TP e a recomendação Outperform.
 
As ações da ITUB4 continuam sendo nossa melhor escolha no setor financeiro brasileiro.
 
 
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do desempenho do ITAÚ UNIBANCO no 4ºtrimestre/2017, elaborado por WESLEY BERNABÉ, CARLOS DALTOZO e KAMILA OLIVEIRA, todos integrantes da equipe do BB Investimentos
 

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: WESLEY BERNABÉ, CARLOS DALTOZO e KAMILA OLIVEIRA, todos integrantes da equipe do BB Investimentos





Indique a um amigo     Imprimir    Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


 Outras notícias.
O MERCADO na 4ª feira: Tensões Comerciais pressionam Ativos pelo Mundo 15/08/2018
O MERCADO na 4ª feira: Tensões Comerciais pressionam Ativos pelo Mundo
 
INVESTIMENTOS  O Mercado na 3ª feira: Bolsa sobe 1,43% Dólar cai a R$ 3,866 15/08/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 3ª feira: Bolsa sobe 1,43% Dólar cai a R$ 3,866
 
M. DIAS BRANCO Resultado no 2º Trimestre/2018  POSITIVO 14/08/2018
M. DIAS BRANCO Resultado no 2º Trimestre/2018 POSITIVO
 
MAGAZINE LUIZA Resultado no 2º trimestre/2018 EXCEPCIONAL 14/08/2018
MAGAZINE LUIZA Resultado no 2º trimestre/2018 EXCEPCIONAL
 
USIMINAS  Acidente na Planta de Ipatinga - Relatório do BB BI 14/08/2018
USIMINAS Acidente na Planta de Ipatinga - Relatório do BB BI
 
FERTILIZANTES HERINGER Resultado no 2º trimestre/2018 NEGATIVO 14/08/2018
FERTILIZANTES HERINGER Resultado no 2º trimestre/2018 NEGATIVO
 
LOJAS AMERICANAS Resultado no 2º Trimestre/2018  Desempenho Sustentável 13/08/2018
LOJAS AMERICANAS Resultado no 2º Trimestre/2018 Desempenho Sustentável
 
INVESTIMENTOS  O Mercado na 6ª feira: Crise na Turquia abala Ativos Brasileiros 10/08/2018
INVESTIMENTOS O Mercado na 6ª feira: Crise na Turquia abala Ativos Brasileiros
 
BRF Resultado no 2º trimestre/2018: A Caminho da Recuperação 10/08/2018
BRF Resultado no 2º trimestre/2018: A Caminho da Recuperação
 
B2W DIGITAL Resultados no 2º Trimestre/2018; POSITIVOS 10/08/2018
B2W DIGITAL Resultados no 2º Trimestre/2018; POSITIVOS
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites
JORNAL FRANQUIA - Todos os direitos reservados 2009