Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

19 de Abril de 2019 as 02:04:34



ALEXANDRE DE MORAIS volta atrás


Alexandre de Morais, ministro do STF
 
Acusado de censura, Alexandre de Moraes revoga decisão
 
O ministro Alexandre de Moraes é relator em um inquérito que apura divulgação de informações falsas e ofensas contra os magistrados do STF. Na 2ª feira, 15,04, Moraes determinou que os sites O Antagonista e também Crusoé, retirassem do ar uma nota e uma reportagem citando o atual presidente da Suprema Corte, o ministro Dias Toffoli.
 
Na nova decisão, afirma que pediu às autoridades competentes acesso aos documentos citados pelos sites acusados de veicular notícias falsas, constatando que eles realmente existiam.
 
Ele informou no texto da nova medida que recebeu os documentos nesta 5ª feira, 18.04, via SEDEX.
 
Apesar disso, critica o vazamento dos documentos citados na matéria e afirma que tal vazamento "merece a regular investigação dessa ilicitude".
 
O ministro Alexandre de Moraes também utiliza a nova decisão para se defender das acusações de censura, argumentando em prol da liberdade de expressão. Ele afirma que sua decisão anterior foi constitucional defendendo a retirada da "matéria baseada em documento sigiloso cuja existência e veracidade não estavam sequer comprovadas".
 
Moraes chegou a estipular na decisão inicial uma multa de R$ 100 mil para caso as ordens fossem descumpridas. O ministro também editou uma ordem judicial para que a Polícia Federal interrogasse os responsáveis pelos dois sites dentro de um prazo de três dias.
 
A decisão foi considerada polêmica e, acusada de censura, reacendeu uma discussão nacional acerca da liberdade de expressão.
 
Marco Aurelio Mello: "Mordaça"
 
A medida foi criticada dentro do próprio STF, quando nesta mais cedo nesta 5ª feira, 18.04, o ministro Marco Aurélio Mello chamou a decisão de mordaça em entrevista à Rádio Gaúcha.
 
"Mordaça, mordaça. Isso não se coaduna com os ares democráticos da Constituição de 1988. Não temos saudade de um regime pretérito",
 
afirmou o ministro.
 
 


Fonte: SPUTINIK NEWS

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
Bolsonaro diz que vai jantar com Trump em Nova York 21/09/2019
Bolsonaro diz que vai jantar com Trump em Nova York
 
Bolsonaro liberado para Assembleia Geral da ONU em Nova York 21/09/2019
Bolsonaro liberado para Assembleia Geral da ONU em Nova York
 
THE INTERCEPT mostra plano de Bolsonaro para Amazônia 21/09/2019
THE INTERCEPT mostra plano de Bolsonaro para Amazônia
 
REFORMA DA PREVIDÊNCIA Tasso Jereissati apresenta Relatório Final 19/09/2019
REFORMA DA PREVIDÊNCIA Tasso Jereissati apresenta Relatório Final
 
CORREIOS - Funcionários suspendem greve 19/09/2019
CORREIOS - Funcionários suspendem greve
 
ODEBRECHT Encontrado Morto o Executivo que delatou ter pago R$ 50 Milhões a Aécio Neves 17/09/2019
ODEBRECHT Encontrado Morto o Executivo que delatou ter pago R$ 50 Milhões a Aécio Neves
 
COMBUSTÍVEIS Petrobras diz que não há previsão para reajuste de preços 17/09/2019
COMBUSTÍVEIS Petrobras diz que não há previsão para reajuste de preços
 
RAQUEL DODGE No último dia, denúncia sobre o Caso Marielle 17/09/2019
RAQUEL DODGE No último dia, denúncia sobre o Caso Marielle
 
STF Ministro homologa Acordo e destina verba da Petrobras a Educação e Meio Ambiente 17/09/2019
STF Ministro homologa Acordo e destina verba da Petrobras a Educação e Meio Ambiente
 
IMPEACHMENT de Dilma foi GOLPE, diz Michel Temer no Roda Viva 17/09/2019
IMPEACHMENT de Dilma foi GOLPE, diz Michel Temer no Roda Viva
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites