Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Investimentos

Terça-Feira, Dia 12 de Novembro de 2019 as 03:11:36



O MERCADO, 11.11: Ibovespa sobe 0,69% a 108.367 pts. Dólar cai a R$ 4,142



Diário do Mercado na 2ª feira, 11.11.2019
 
Ibovespa fecha na máxima do dia, mas com volume menor
 
Comentário.
 
O índice brasileiro teve um pregão de repique, após a firme baixa da sexta-feira passada, na véspera da data marcada para a promulgação da reforma da Previdência, encerrando na máxima do dia.
 
Contudo, o volume financeiro foi menor do que a média diária de R$ 20,0 bilhões da semana anterior. Externamente, os olhos dos investidores permanecem voltados para novas notícias sobre o acordo comercial “fase 1” entre EUA e China, que poderá ocorrer ainda durante esta semana.
 
Apesar dos funcionamentos dos mercados, foi feriado do “Dia dos Veteranos” (“Veterans Day”) nos EUA, que reduziu um pouco o apetite pelos negócios. Mesmo assim, o índice Dow Jones marcou novo recorde histórico de pontuação de fechamento, enquanto os índices S&P500 e Nasdaq terminaram com leves baixas após também terem registrado recordes históricos na sexta-feira passada.
 
O petróleo e o minério de ferro fecharam em baixa. Vale lembrar que ao longo desta semana ainda haverá indicadores importantes da China.
 
No Brasil, o dólar comercial fechou cotado a R$ 4,1420 (-0,62%). Os juros futuros findaram em baixa ao longo de toda a sua curva de estrutura a termo. 
 
Ibovespa.
 
O índice chegou a escorregar inicialmente, mas logo se recuperou e prosseguiu em trajetória ascendente. Nas duas horas finais, suplantou e firmou-se acima dos 108 mil pts. As ações da B3 e da Petrobras foram as principais contribuições ponderadas para a alta, enquanto a Vale foi destaque de baixa.
 
O Ibovespa fechou aos 108.367 pts (+0,69%), acumulando +1,07% no mês, +23,30% no ano e +26,54% em 12 meses. O giro financeiro preliminar da Bovespa foi de R$ 15,0 bilhões, sendo R$ 13,5 bilhões no mercado à vista.
 
Capitais Externos na Bolsa
 
No dia 7 de novembro (último dado disponível), ocorreu saída líquida de capital estrangeiro de  -R$ 533,139 milhões na Bovespa, com retirada líquida de -R$ 1,524 bilhão em novembro. Em 2019, o saldo negativo líquido acumulado passou -R$ 31,929 bilhões.
 
Agenda Econômica.
 
No Brasil, o IGP-M variou +0,08% a primeira prévia de novembro versus +0,68% na primeira prévia de outubro, abaixo do consenso de +0,44%.
 
Os seus subíndices assim oscilaram: IPA-M em +0,09% (+1,02% na 1ª prévia de outubro); o IPC-M em -0,06% (-0,01% na 1ª prévia de outubro); e o INCC-M em +0,29% (+0,11% na 1ª prévia de outubro). O indicador passou a acumular +4,87% no ano e +3,74% em 12 meses.
 
Câmbio e CDS.
 
A dólar comercial (interbancário) operou, basicamente, em campo negativo ao longo de toda a sessão e em nível mais baixo na parte da tarde. Após alta de mais de 4% na semana anterior, o dia foi de alguma realização de lucros.
 
A moeda fechou cotada a R$ 4,1420 (-0,62%), acumulando +3,24% no mês, +6,89% no ano e +10,81% em 12 meses.
 
Risco Pais
 
O risco-país medido pelo CDS Brasil 5 anos passou a 118 pts ante 116 pts anterior.
 
Juros.
 
Os juros futuros mostraram recuo ao longo de toda a sua curva de estrutura a termo. O movimento seguiu o dólar e devolveu pequena parte da elevação acumulada na semana anterior, na qual se destacaram altas dos contratos intermediários em diante. 
 
Em relação ao pregão anterior, assim fecharam os contratos: DI janeiro/2020 em 4,74% de 4,75%; DI janeiro/2021 em 4,52% de 4,55%; DI janeiro/2022 em 5,07% de 5,14%; DI janeiro/2023 em 5,58% de 5,66%; DI janeiro/2025 em 6,20% de 6,25%; DI janeiro/2027 em 6,54% de 6,58%.
 
Agenda.
 
Brasil: Volume do setor de serviços, Vendas a varejo, IGP-10, Índice de atividade econômica;
 
EUA: IPC, Vendas a varejo; Produção industrial;
 
China: Produção industrial, Vendas no varejo, Investimento estrangeiro direto.
 
Confira no anexo a íntegra do relatório de análise do comportamento do mercadno na 2ª feira, 11.11.2019, elaborado por HAMILTON MOREIRAL ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

Clique aqui para acessar o aquivo PDF

Fonte: HAMILTON MOREIRA ALVES, CNPI-T, integrante do BB Investimentos

 
Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 06.12 Avalie se convém Investir 07/12/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 06.12 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 06.12: IBOVESPA sobe 0,46% a 111.125 pts. DÓLAR cai 1,0% a R$ 4,146 06/12/2019
O MERCADO, 06.12: IBOVESPA sobe 0,46% a 111.125 pts. DÓLAR cai 1,0% a R$ 4,146
 
O MERCADO, 04.12: Ibovespa subiu 1,23% a 110.300 pts, Dólar estável em R$ 4,202 04/12/2019
O MERCADO, 04.12: Ibovespa subiu 1,23% a 110.300 pts, Dólar estável em R$ 4,202
 
O MERCADO, 02.12: IBOVESPA sobe 064% a 108.927 pts. DÓLAR cai a R$ 4,211 02/12/2019
O MERCADO, 02.12: IBOVESPA sobe 064% a 108.927 pts. DÓLAR cai a R$ 4,211
 
O MERCADO, 29.11 - R$ 8,2 BI de Capitais Externos deixam a bolsa B3 em Novembro 30/11/2019
O MERCADO, 29.11 - R$ 8,2 BI de Capitais Externos deixam a bolsa B3 em Novembro
 
MEGA SENA sorteia prêmio de R$ 44 Milhões neste sábado 30/11/2019
MEGA SENA sorteia prêmio de R$ 44 Milhões neste sábado
 
BRASKEM - Resultado no 3º trimestre de 2019: Negativo 30/11/2019
BRASKEM - Resultado no 3º trimestre de 2019: Negativo
 
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 28.11 Avalie se convém Investir 29/11/2019
GUIA DE AÇÕES Conheça aqui as cotações de 28.11 Avalie se convém Investir
 
O MERCADO, 28.11: IBOVESPA sobe 0,54% a 108.290 pts. DÓLAR cai a R$ 4,215 28/11/2019
O MERCADO, 28.11: IBOVESPA sobe 0,54% a 108.290 pts. DÓLAR cai a R$ 4,215
 
O MERCADO, 26.11: IBOVESPA cai 1,26% a 107.059 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,244 27/11/2019
O MERCADO, 26.11: IBOVESPA cai 1,26% a 107.059 pts. DÓLAR sobe a R$ 4,244
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites