Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Política

21 de Janeiro de 2021 as 00:01:34



LEWANDOWISKY determina que ANVISA informe sobre Análise da Vacina Russa SPUTNIK V


Ricardo Lewandowisky, ministro do STF
 
Em agosto/2020, o governo da Bahia assinou acordo com o RFPI
Fundo Russo de Investimentos Diretos para importação de
50 milhões de doses da vacina russa Sputnik V
 
Ministro do STF Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski determinou nesta quarta-feira, 20.01, que a ANVISA Agência Nacional de Vigilância Sanitária preste informações sobre a análise de um pedido de uso emergencial da vacina Sputnik V, desenvolvida pela Rússia.
 
Ricardo Lewandowski disse que o STF vai utilizar as informações que forem repassadas pela agência brasileira para decidir sobre um pedido do governo da Bahia, escreve o portal G1.
 
O estado da Bahia requereu ao STF a autorização para importar e distribuir vacinas que já tenham o aval de autoridades sanitárias estrangeiras e a certificação da OPAS Organização Pan-americana de Saúde, mesmo sem a liberação da Anvisa.
 
"Considerada a afirmação do autor [governo da Bahia], feita na petição inicial, de que já foi requerida a autorização temporária para uso emergencial da vacina Sputnik V, informe, preliminarmente, a Anvisa, no prazo de até 72 (setenta e duas) horas, se confirma tal afirmação e, em caso positivo, esclareça qual o estágio em que se encontra a aprovação do referido imunizante, bem assim eventuais pendências a serem cumpridas pelo interessado",
 
escreveu o ministro.
 
A Sputnik V foi aprovada para uso emergencial em países como Argentina, Bolívia, Venezuela e Paraguai. No Brasil, a farmacêutica União Química, que pretende produzir a vacina russa para a demanda interna e outros países da América Latina, entrou com pedido para uso emergencial de 10 milhões de doses que viriam direto da Rússia.
 
A Anvisa diz que recusou a solicitação, alegando que apenas vacinas com estudos clínicos em andamento no Brasil podem ter essa autorização. O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI) reagiu à essa posição e afirmou que a informação sobre a recusa do Brasil de registrar o uso emergencial da vacina Sputnik V não é verdadeira.
 
"Gostaríamos de esclarecer que a Anvisa solicitou informações adicionais sobre a vacina Sputnik V, que serão disponibilizadas em breve. Esta solicitação dos reguladores é um procedimento habitual e não significa que o registro tenha sido recusado",
 
diz o RFPI.
 
O governo da Bahia questiona as regras previstas em lei que tratam dos procedimentos para a autorização de uso emergencial dos imunizantes e prevê liberação de vacinas que tenham aprovação de autoridades sanitárias dos EUA e  da Europa.
 
O governo da Bahia assinou em agosto de 2020 um acordo com o RFPI, que administra o desenvolvimento da vacina, para o fornecimento de 50 milhões de doses.
 


Fonte: SPUTNIKNEWS





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
Frente Nacional de Prefeitos repudia fala de Bolsonaro sobre Vacinas 06/03/2021
Frente Nacional de Prefeitos repudia fala de Bolsonaro sobre Vacinas
 
COVID-19 faz 260 Mil Mortos e B-17 diz 05/03/2021
COVID-19 faz 260 Mil Mortos e B-17 diz "Vão ficar chorando até quanto? Chega de mi-mi-mi"
 
PEC EMERGENCIAL Senado aprova R$ 44 BI, Fora do Teto de Gastos  04/03/2021
PEC EMERGENCIAL Senado aprova R$ 44 BI, Fora do Teto de Gastos
 
PEC EMERGENCIAL - Senador BITTAR retirou o Jabuti da PEC que segue para votação nesta 4ª feira 02/03/2021
PEC EMERGENCIAL - Senador BITTAR retirou o Jabuti da PEC que segue para votação nesta 4ª feira
 
AMAZÔNIA 1 - Satélite 100% brasileiro será lançado na Índia neste domingo 27/02/2021
AMAZÔNIA 1 - Satélite 100% brasileiro será lançado na Índia neste domingo
 
ELETROBRAS MP de Privatização recebeu 570 Emendas de Parlamentares 27/02/2021
ELETROBRAS MP de Privatização recebeu 570 Emendas de Parlamentares
 
LOCKDOWN NO DF - Novo decreto amplia setores que poderão abrir 27/02/2021
LOCKDOWN NO DF - Novo decreto amplia setores que poderão abrir
 
COVID-19 Governos Estaduais adotam Medidas Restritivas para Combate 27/02/2021
COVID-19 Governos Estaduais adotam Medidas Restritivas para Combate
 
LOCKDOWN TOTAL NO DF com 98,2% das UTIs Ocupadas e Iminência de Colapso no Sistema de Saúde 27/02/2021
LOCKDOWN TOTAL NO DF com 98,2% das UTIs Ocupadas e Iminência de Colapso no Sistema de Saúde
 
CIRO GOMES pede Impeachment do Inominável 26/02/2021
CIRO GOMES pede Impeachment do Inominável
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites