Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Internacional

24 de Junho de 2022 as 02:06:41



CADEIA DE SUPRIMENTOS GLOBAL - Vencedores e Perdedores


 
Vencedores e perdedores na cadeia de suprimentos global
 
Esqueça de tentar restaurar indústrias perdidas; EUA devem construir e sustentar indústrias inovadoras, cadeias de suprimentos domésticas
 
Por Henry Kressel
 
As recentes interrupções no fluxo internacional de produtos estão levando a uma discussão séria sobre o aumento da manufatura doméstica dos EUA para melhorar a confiabilidade da cadeia de suprimentos.
 
Qual a probabilidade de um aumento significativo ocorrer no futuro previsível? Qual é o futuro da manufatura dos EUA?
 
A fabricação continua se movendo para fora do país. Somente desde 2000, o valor da manufatura dos EUA caiu de 15% para 10% do PIB. Isso ocorreu porque a fabricação é geralmente intensiva em capital e cada vez mais dependente de instalações sofisticadas que são difíceis de duplicar e pessoal.
 
A terceirização da produção altera os custos fixos para os variáveis com melhor controle. As fábricas especializadas que trabalham no contrato dão aos seus clientes uma cadeia de suprimentos flexível com compromisso mínimo de capital.
 
A China, é claro, tornou-se o maior local de fabricação do mundo. À medida que as plantas de produção proliferavam lá, foram estabelecidas redes de produção de suporte que permitem o menor custo possível do produto.
 
Uma vez estabelecida uma importante indústria na China, produtos com altos níveis de sofisticação são produzidos em estruturas de custos líderes mundiais. Um bom exemplo é a produção de smartphones.
 
Praticamente sem produção nacional de telefonia antes de 2000, a China tornou-se a principal produtora mundial – com a produção de telefones Apple como o melhor exemplo. Não só muitos dos componentes fabricados na China, mas também a tecnologia de montagem foi refinada a ponto de o país liderar em baixo custo de produção.
 
Centenas de empresas surgiram para abastecer o setor, incluindo a RDA, uma startup financiada pela Warburg Pincus que atingiu US$ 500 milhões de receitas lucrativas de semicondutores que fazem chips especiais para telefones celulares. Antes da RDA, tais chips eram todos importados.
 
Um exemplo de uma tentativa fracassada de reverter a desominamento é instrutivo: painéis de células solares para geração de eletricidade. Uma empresa norte-americana chamada Suniva tentou competir com fornecedores chineses assim que se estabeleceram no período de 2010.
 
Este exemplo ilustra um dos pontos fortes da economia manufatureira chinesa: um nível profundo de cadeias de suprimentos locais integradas que permitem os menores custos possíveis. Indústrias que se beneficiam dessa infraestrutura são difíceis de deslocar.
 
As células solares foram inventadas nos EUA e a tecnologia de produção foi desenvolvida em grande parte com financiamento do governo nos EUA e na Alemanha. O incentivo para esse desenvolvimento foi o impulso para produzir eletricidade sem carbono.
 
A indústria surgiu após 2000 e grandes quantidades de capital de risco foram investidas para construir empresas de produção de painéis solares em larga escala. O incentivo para esses investimentos foi uma subvenção maciça do governo para incentivar a produção de eletricidade baseada em energia solar.
 
Paralelamente aos esforços nos EUA e na Alemanha, o governo chinês decidiu tornar a produção de energia solar uma prioridade nacional. Com tecnologia importada e apoio financeiro maciço do governo, surgiram grandes empresas de produção que rapidamente se tornam fornecedores internacionais a preços cada vez menores. O foco era cortar custos.
 
A estratégia foi baseada na construção de empresas verticalmente integradas que produzem todos os elementos-chave dos painéis, desde o silício até as estruturas de vidro, para entregar os painéis de menor custo, mantendo a qualidade.
 
Tornou-se uma indústria de US$ 30 bilhões, pois, um a um, concorrentes internacionais faliram – incapazes de competir pelo preço.
 
Suniva, uma empresa norte-americana com excelente tecnologia, tentou competir, mas descobriu que seus fornecedores domésticos de componentes haviam desaparecido. Suniva teve que importar da China seus principais suprimentos. Não havia margem de lucro. A empresa acabou fechando apesar da imposição de direitos de importação pelo governo dos EUA.
 
Este exemplo ilustra a dificuldade de ressutor as grandes indústrias estabelecidas. Sem uma infraestrutura forte, as empresas resotorizadas não podem competir. A reconstrução dessa infraestrutura é cara e há pouco apetite de capital privado para tais programas.
 
E o futuro? Indústrias com forte inovação doméstica podem apoiar a manufatura competitiva. Aqui estão alguns exemplos de nota:
 
A indústria de semicondutores ainda tem grandes recursos no país. Sua capacidade de produção e tecnologia líder – grande parte dela inventada nos EUA – podem ser mantidas com novo capital privado e apoio governamental. Há evidências de que a indústria, sendo vital para o futuro dos sistemas de defesa e a liderança dos EUA em inteligência artificial e comunicações, receberá apoio crescente do governo.
 
Uma nova indústria deve ser mencionada como um exemplo de fabricação bem-sucedido. A indústria de veículos elétricos foi iniciada e desenvolvida nos Estados Unidos, com uma nova tecnologia de fabricação de alto volume. A Tesla tornou-se líder do setor com base em uma excelente liderança tecnológica que combinou habilidades de design e fabricação de veículos com base em tecnologia inovadora. A empresa se expandirá no exterior, mas sua produção continuará nos EUA.
 
Outro exemplo de destaque é uma empresa do portfólio Warburg Pincus que desenvolveu uma nova tecnologia para produzir carbono negro – em uma importante indústria multibilionária – praticamente sem poluição, em contraste com as tecnologias de produção atuais que produzem altos níveis de poluição relacionada ao carbono. Uma grande fábrica está sendo construída em Nebraska com base em tecnologia proprietária.
 
Olhando para os elementos necessários para sustentar as cadeias de suprimentos de manufatura, é claro que construir e sustentar a competitividade doméstica em/poeiras deve ser uma prioridade nacional e deve ser baseada em tecnologias inovadoras desde o início.
 
Também é necessário o apoio da formação profissional focada em novas indústrias e robótica.
 
Isso significa que as redes do setor devem ser construídas e sustentadas com a inovação contínua.
 
Se as cadeias de suprimentos domésticas prosperarem, construí-las deve ser uma prioridade nacional. Uma vez que as indústrias estão offshore, trazê-los de volta é difícil e improvável.
 
CONFIRA em ASIA TIMES a íntegra desta matéria.
Clique AQUI.


Fonte: ASIA TIMES by HENRY KRESSEL. Tradução e copidescagem: Redação JF





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
COVID-19 na CHINA - Panorama na 1ª Semana de Julho/2022 06/07/2022
COVID-19 na CHINA - Panorama na 1ª Semana de Julho/2022
 
COVID-19 nos EUA - O Panorama na 1ª Semana de Julho/2022 05/07/2022
COVID-19 nos EUA - O Panorama na 1ª Semana de Julho/2022
 
EUA saqueia Petróleo do Iemen, política de estado já aplicada na Síria, afirma ministro 04/07/2022
EUA saqueia Petróleo do Iemen, política de estado já aplicada na Síria, afirma ministro
 
DELENDA PEQUIM - OTAN posiciona-se como instrumento dos EUA contra a CHINA 03/07/2022
DELENDA PEQUIM - OTAN posiciona-se como instrumento dos EUA contra a CHINA
 
UNIDADE DA OTAN, Disfarce de sua Crise Existencial 29/06/2022
UNIDADE DA OTAN, Disfarce de sua Crise Existencial
 
CÚPULA DO G7 na Alemanha: A Resposta ao Conflito na Ucrânia 29/06/2022
CÚPULA DO G7 na Alemanha: A Resposta ao Conflito na Ucrânia
 
Os EUA estão balançando outra cenoura para atacar a China? 28/06/2022
Os EUA estão balançando outra cenoura para atacar a China?
 
GHISLAINE MAXWELL, Pena de 20 anos de Prisão por Tráfico Sexual Teen 28/06/2022
GHISLAINE MAXWELL, Pena de 20 anos de Prisão por Tráfico Sexual Teen
 
OTAN - Encontro na Espanha irá Redefinir Estratégia, desta 3ª à 5ª feira 28/06/2022
OTAN - Encontro na Espanha irá Redefinir Estratégia, desta 3ª à 5ª feira
 
VLADIMIR PUTIN afirma que Mundo Unipolar Chegou ao Fim 27/06/2022
VLADIMIR PUTIN afirma que Mundo Unipolar Chegou ao Fim
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites