Home   |   Expediente   |   Publicidade   |   Cadastre-se   |   Fale Conosco             

Justiça

Sexta-Feira, Dia 27 de Outubro de 2023 as 00:10:49



EXÉRCITO prende 17 Militares por Furto de Metralhadoras


Parcela das metralhadoras furtadas e recuperadas pelo Exército
 
Exército prende 17 militares por furto de metralhadoras
Sumiço de armas do Arsenal de Guerra em Barueri foi notado no dia 10
 
O Exército informou, nesta 5ª feira, 26.10, que decidiu prender administrativamente 17 militares pelo furto de 21 metralhadoras do Arsenal de Guerra de São Paulo, em Barueri.
 
Segundo nota do Comando Militar do Sudeste, os 17 estão cumprindo punição disciplinar por “falha de conduta e/ou erro de procedimento nos processos de fiscalização e controle de armamento”.
 
A ausência do armamento que estava no Arsenal de Guerra em Barueri foi notada no dia 10 deste mês, durante uma inspeção. Foi notada a falta de 21 metralhadoras, sendo 13 de calibre .50 – capazes de derrubar aeronaves – e oito de calibre 7,62. Até o momento, das 21 metralhadoras que sumiram, foram encontradas 17.
 
No último dia 19, a Polícia do Rio de Janeiro recuperou oito metralhadoras que estavam no bairro Gardênia Azul, situado na zona oeste da capital fluminense. Já na madrugada do último sábado, 21.10, a Polícia Civil de São Paulo encontrou mais nove metralhadoras.
 
A notícia sobre o sumiço das armas fez com que o Comando Militar do Sudeste determinasse o aquartelamento de centenas de militares da unidade e a abertura de uma investigação para apurar os fatos.
 
Pelo menos 20 militares respondem a processo por causa do furto das 21 armas.
 
“Todos os militares que concorreram para esse episódio inaceitável serão punidos disciplinarmente. Temos diversos militares do quartel que, por negligência, deixaram de agir na gerência, controle e fiscalização do material. Esse pessoal está sendo julgado administrativamente e pode ser preso administrativamente”,
 
disse o chefe do Estado-Maior do Comando Militar do Sudeste, Maurício Vieira Gama, em entrevista concedida no último domingo, 22.10.
 
Os militares suspeitos de participação direta no furto das armas do Exército estão sendo investigados por furto, peculato, receptação e desaparecimento, consunção ou extravio, crimes previstos no Código Penal Militar. Além disso, aqueles que tenham sido omissos ou negligentes no caso podem ser punidos com advertência, impedimento disciplinar, repreensão, detenção disciplinar e prisão disciplinar de até 30 dias.


Fonte: AGENCIA BRASIL.





Indique a um amigo     Imprimir     Comentar notícia

>> Últimos comentários

NOTÍCIAS DA FRANQUEADORA E EMPRESAS DO SEGMENTO


  Outras notícias.
ZANIN suspende Decretos de SC que dispensavam Vacina em Escolas 16/02/2024
ZANIN suspende Decretos de SC que dispensavam Vacina em Escolas
 
ALEXANDRE DE MORAES - Advogados de investigados sobre golpe podem se falar 16/02/2024
ALEXANDRE DE MORAES - Advogados de investigados sobre golpe podem se falar
 
STF dá 5 Dias para Zema explicar Dispensa de Vacinação nas Escolas 16/02/2024
STF dá 5 Dias para Zema explicar Dispensa de Vacinação nas Escolas
 
PRESÍDIOS FEDERAIS - Após 2 fugas, terão Reconhecimento Facial e Muralhas 15/02/2024
PRESÍDIOS FEDERAIS - Após 2 fugas, terão Reconhecimento Facial e Muralhas
 
Núcleo de Incitação de Militares ao Golpe tem integrante neto do presidente gen. Figueiredo 10/02/2024
Núcleo de Incitação de Militares ao Golpe tem integrante neto do presidente gen. Figueiredo
 
SAIDINHA DE PRESOS - Extinção não é Solução para Queda na Criminalidade 07/02/2024
SAIDINHA DE PRESOS - Extinção não é Solução para Queda na Criminalidade
 
SENADO aprova Urgência de PL que acaba com 00/02/0024
SENADO aprova Urgência de PL que acaba com "Saidinha" de Presos
 
OPERAÇÃO DA PF prende aliados de Bolsonaro e apreende passaportes de Braga Neto, Heleno e Bozzo 08/02/2024
OPERAÇÃO DA PF prende aliados de Bolsonaro e apreende passaportes de Braga Neto, Heleno e Bozzo
 
TRE do RJ cassa deputado estadual por abuso de poder religioso 02/02/2024
TRE do RJ cassa deputado estadual por abuso de poder religioso
 
123 MILHAS - MP investiga possível Estelionato 01/02/2024
123 MILHAS - MP investiga possível Estelionato
 
Escolha do Editor
Curtas & Palpites